Menu
Menu

As reflexões do Diabo (2010)

As reflexões do Diabo (2010)

As reflexões do Diabo (2010)

Sinopse

Será o Diabo uma entidade consciente com capacidade de explorar as nossas fraquezas. Ou terá o Diabo sido inventado pelo homem ou pela igreja para justificar os erros de Deus? Retratado de inúmeras formas, na literatura, nas artes plásticas, na música e no cinema; inspirando tudo o que é arte, o Diabo considera que a sua representação nunca lhe fez justiça. Cansado de tanta inverdade, decide deixar as suas reflexões acerca da sociedade e de como os homens se aproveitaram dele desde o início dos tempos. Ironista por natureza e sarcástico por vocação, o Diabo irá colocar o dedo em muitas feridas que farão o leitor reflectir e olhar para si próprio de uma forma diferente.

Excerto

Dizem também que o amor é a força mais intensa que move a humanidade e uma das qualidades que melhor a caracteriza. Uma vez mais estão errados. O que realmente impulsiona um homem, dando-lhe alento para dar voltas sucessivas à Terra sem comer ou dormir, trepar as montanhas mais altas ou descer às profundezas dos mares, despertando-lhe capacidades cognitivas insuspeitas e outros dons nunca antes manifestados, a paciência de esperar uma vida inteira ou de repetir a mesma tarefa monótona em cada um desses dias, tudo isso para finalmente concretizar a ansiada vingança, é o ódio.

As reflexões do Diabo (2010)

As reflexões do Diabo (2010)

Sinopse

Será o Diabo uma entidade consciente com capacidade de explorar as nossas fraquezas. Ou terá o Diabo sido inventado pelo homem ou pela igreja para justificar os erros de Deus? Retratado de inúmeras formas, na literatura, nas artes plásticas, na música e no cinema; inspirando tudo o que é arte, o Diabo considera que a sua representação nunca lhe fez justiça. Cansado de tanta inverdade, decide deixar as suas reflexões acerca da sociedade e de como os homens se aproveitaram dele desde o início dos tempos. Ironista por natureza e sarcástico por vocação, o Diabo irá colocar o dedo em muitas feridas que farão o leitor reflectir e olhar para si próprio de uma forma diferente.

Excerto

Dizem também que o amor é a força mais intensa que move a humanidade e uma das qualidades que melhor a caracteriza. Uma vez mais estão errados. O que realmente impulsiona um homem, dando-lhe alento para dar voltas sucessivas à Terra sem comer ou dormir, trepar as montanhas mais altas ou descer às profundezas dos mares, despertando-lhe capacidades cognitivas insuspeitas e outros dons nunca antes manifestados, a paciência de esperar uma vida inteira ou de repetir a mesma tarefa monótona em cada um desses dias, tudo isso para finalmente concretizar a ansiada vingança, é o ódio.